Grupo Mulheres do Brasil alerta para a conscientização de prevenção ao suicídio

Início » Grupo Mulheres do Brasil alerta para a conscientização de prevenção ao suicídio

Grupo Mulheres do Brasil alerta para a conscientização de prevenção ao suicídio

 In capuchino-news

Conhecida como uma campanha de conscientização criada preferencialmente com o objetivo de dialogar acerca do suicídio, O Setembro Amarelo busca ampliar o debate sobre a temática, uma vez que ela é uma situação motivada por diversos acontecimentos, além da depressão. De acordo com as últimas estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio continua sendo uma das principais causas de morte em todo o mundo. No Brasil, dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021, divulgado em julho pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revelam que o número de suicídios no país em 2020 cresceu 0,4% em relação a 2019. Os estados que apresentaram maior número, repetindo o ano anterior, foram São Paulo, Minas Gerais e Porto Alegre, respectivamente.

“É importante que as pessoas se atentem ao fato de que, em decorrência da pandemia causada pela Covid-19, a saúde mental foi cada vez mais impactada. Ou seja, o luto, o desemprego, o  avanço do vírus e o isolamento social resultaram em crescentes níveis de ansiedade e depressão, o que pode levar ao suicídio”, pontua Martha Porto, líder do Comitê Saúde do Grupo Mulheres do Brasil Fortaleza.  

No Grupo Mulheres do Brasil, o projeto Escuta com Afeto disponibiliza o número 085-99835-8603, canal de atendimento para pessoas que buscam uma oportunidade de conversar.

Canais de comunicação

No Brasil, há disponíveis os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), além das Unidades de Pronto Atendimento, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que são alternativas para momentos extremos. O Centro de Valorização da Vida (CVV) também disponibiliza canais como o telefone 181, gratuito e disponível 24h por dia, de domingo a domingo.

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil foi criado em 2013 por 40 mulheres de diferentes segmentos com o intuito de engajar a sociedade civil na conquista de melhorias para o país. Composto por mais de 95 mil mulheres oriundas de vários segmentos, organizadas em núcleos espalhados em todo o Brasil e em alguns países do mundo, o grupo tem como propósito construir um Brasil melhor a partir do protagonismo feminino. Trabalha ativamente em conjunto com outras organizações e engajando suas integrantes para discutir, propor e realizar ações em temas ligados à educação, empreendedorismo, igualdade de gênero e racial, combate à violência contra a mulher e outros temas de interesse social. Tem uma agenda propositiva com planos de ação para pensar e agir focando no todo, por um  país melhor. O grupo é suprapartidário, levanta a bandeira de uma causa: o Brasil.

Recommended Posts