Desafios da inclusão escolar em tempos de ensino remoto

Início » Desafios da inclusão escolar em tempos de ensino remoto

Desafios da inclusão escolar em tempos de ensino remoto

 In Sem categoria

A educação foi um dos setores mais impactados pela pandemia causada pelo novo coronavírus. Desde a chegada do vírus, as Instituições de Ensino precisaram adaptar seus processos, adquirir plataformas e realizar investimentos para garantir o acesso à educação por meio do ensino remoto.

Segundo a professora Lilianne Dantas, do Centro Universitário Fametro (Unifametro), o principal desafio no ensino remoto está na mediação, que é o papel básico dos professores na relação dos estudantes com o conhecimento, e que ficou comprometido com o distanciamento. “Aliado a isso, temos a pouca habilidade dos professores em lidar com recursos tecnológicos e a falta destes recursos por parte da maioria dos estudantes. Atualmente, são os familiares que têm assumido essa função mediadora”.

Se manter um ensino de qualidade nesta perspectiva remota tem sido um desafio, quando discutimos o processo de inclusão escolar ele se torna ainda mais provocador. Para a professora da Unifametro, desafios como a dificuldade dos professores sobre como efetivar uma prática pedagógica que seja inclusiva, a falta de recursos e a falta de conhecimento dos professores sobre os estudantes público-alvo da Educação Especial ficaram mais aparentes neste momento.

Mas, qual a importância dessa temática no meio acadêmico? De acordo com Lilianne, investir em pesquisa, estudos, gerar conhecimento sobre o tema da inclusão escolar é fundamental para promover mudanças sobre o que estamos vivenciando no contexto escolar. Além disso, a profissional ressalta que o profissional deve se adaptar a esse novo contexto se atualizando e compartilhando experiências. “Considero estas ações fundamentais para quem deseja buscar soluções para os problemas e desafios que se apresentam no cotidiano do ensino. Se algo pode ser visto como favorável neste período pandêmico é a quantidade de conteúdo de qualidade disponível nas redes sociais e a oferta de cursos no formato à distância que podem ser colaboradores no processo formativo de profissionais que atuam na educação”, finaliza.

Sobre a Especialização em Educação Especial e Inclusiva (EAD):

O curso de Especialização em Educação Especial e Inclusiva da Unifametro tem o objetivo de formar profissionais para a atuação em diferentes áreas, junto ao público-alvo da educação especial, a fim de promover um contexto de ensino comum e inclusivo, além de ampliar os conhecimentos e sensibilização dos profissionais para atuarem na área da educação especial e inclusiva. O curso tem duração de 12 meses, com carga horária de 360 horas/aula. Para mais informações, acesse: http://www.unifametro.edu.br/pos-graduacao/educacao-especial-e-inclusiva/

Recommended Posts