Departamento jurídico do Sindicato dos Médicos já oficializou cerca de 270 denúncias no primeiro semestre de 2021

Início » Departamento jurídico do Sindicato dos Médicos já oficializou cerca de 270 denúncias no primeiro semestre de 2021

Departamento jurídico do Sindicato dos Médicos já oficializou cerca de 270 denúncias no primeiro semestre de 2021

 In capuchino-news

Com 80 anos de atuação e referência em prol da valorização da categoria médica e da Medicina de qualidade, o Sindicato dos Médicos do Ceará realiza, por meio de seu departamento jurídico, diversas denúncias relacionadas à classe. O ambiente trabalhista é composto por uma equipe de advogados totalmente qualificados, à disposição para atender e orientar os filiados que, no exercício profissional, precisam de suporte civil, criminal, trabalhista e ético disciplinar.

Neste primeiro semestre de 2021, o departamento jurídico do Sindicato dos Médicos já oficializou cerca de 270 denúncias. Foram enviados, em média, mais de 150 ofícios para os órgãos estaduais e municipais, 25 notificações extrajudiciais e judicializadas 95 ações.

“Hoje, o nosso departamento jurídico é mais do que essencial, uma vez que o número de denúncias cresce cada vez mais. Logo, eles desenvolvem um papel super importante no Sindicato, atuando na defesa da classe médica, impedindo problemas a curto e médio prazo, além de minimizarem as ocorrências futuras”, destaca o presidente do Sindicato dos Médicos, Leonardo Alcântara.

Sobre o Sindicato dos Médicos do Ceará

Fundado em 1941, o Sindicato dos Médicos do Ceará é uma associação de profissionais que trabalha pela valorização da atividade médica e, consequentemente, pela melhoria contínua da saúde no Estado. Em parceria com as demais entidades representativas da categoria, o Sindicato está pautado por atribuições, são elas: reivindicar melhorias nas condições de saúde da população e buscar o fortalecimento do sistema público de saúde; representar os interesses gerais da categoria ou interesses individuais de filiados; celebrar acordos e convenções coletivas de trabalho e suscitar dissídios coletivos; colaborar como órgão técnico consultivo no estudo e solução de problemas relacionados com a categoria; e zelar pelo cumprimento da legislação, acordos e convenções coletivas de trabalho, sentenças normativas e demais institutos que assegurem direitos à categoria.

Recommended Posts