Respiradores no combate à Covid-19: Mallory firma parceria com Senai para construção de modelos econômicos e faz doação para ajudar na manutenção de equipamentos

Início » Respiradores no combate à Covid-19: Mallory firma parceria com Senai para construção de modelos econômicos e faz doação para ajudar na manutenção de equipamentos

Respiradores no combate à Covid-19: Mallory firma parceria com Senai para construção de modelos econômicos e faz doação para ajudar na manutenção de equipamentos

 In capuchino-news

A Mallory, marca de referência nacional na produção e comercialização de eletroportáteis, está atuando fortemente no combate à Covid-19. A empresa, por meio de seus engenheiros, está participando da construção de um protótipo de respiradores mais econômicos em parceria com a equipe do Senai, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico (Funcap) e Tecnológico. Além disso, a Mallory também fez doações ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para ajudar na reposição de peças para respiradores que estejam apresentando problemas.

De acordo com o diretor de Operações da Mallory, Alan Costa, essa é uma das medidas proativas que fazem parte das iniciativas adotadas pela empresa diante desse cenário de pandemia. “O Senai fez uma lista com todas as peças que eles precisavam para a reposição e nós fizemos essa doação para ajudar na manutenção desses respiradores. Estamos usando de todas as ferramentas que temos ao nosso dispor para ajudar no combate ao Coronavírus. Cerca de 40 respiradores serão ajustados com a compra dessas novas peças”, explica.

Segundo Alan, a iniciativa se torna ainda mais significativa por conta da composição dos profissionais envolvidos no processo de pesquisa, montagem e finalização dos novos ventiladores pulmonares mecânicos. “Estamos muito satisfeitos em fazer parte de um grupo com uma finalidade tão importante como essa, que é ajudar na recuperação de pessoas na luta contra o coronavírus. Mais felizes ainda por ter como membros desse time empresas e entidades cearenses, como a Mallory, o Senai e a Funcap, usando materiais feitos aqui mesmo no Brasil, para desenvolver esses respiradores. Ou seja, essa é uma conquista da nossa gente pro nosso povo”, finaliza.

Funcionamento dos ventiladores

O ventilador controla a respiração do paciente com base no sensor de pressão particular do indivíduo que é verificado constantemente pela equipe médica, sendo reproduzidos na tela de um computador. Para a Mallory, a parceria representa uma oportunidade ainda maior de contribuir com as necessidades do contexto de pandemia. “Estamos encarregados de pensar uma produção em massa de baixo custo desse produto, incentivando a criação e circulação de produtos nacionais no estado do Ceará”, ressalta Lincoln Vasconcelos, Engenheiro de Produto da Mallory.

Mais ações Mallory

Durante o mês de abril e maio, em função do novo coronavírus, a Mallory também está realizando a campanha “comprou, doou” que tem o objetivo de auxiliar pessoas que fazem parte do grupo de risco de infecção da Covid-19. A dinâmica consiste em doar um ventilador a cada unidade comprada pelo e-commerce da Mallory, (mallory.com.br). As doações serão enviadas ao Lar Torres de Mello e à Santa Casa de Misericórdia, no Ceará e o Instituto Pro Saber, em São Paulo, que trabalham diretamente com crianças e idosos. A campanha valeu para todo o território brasileiro.

Além da ação comprou doou, a Mallory também realizou outras iniciativas como a fabricação e distribuição de 30 mil máscaras estilo “face shield” para órgãos de saúde e pequenos empreendedores locais, feitas em parceria com a Braskem, Senai e Fiec; e a rede solidária formada entre a empresa e influenciadores digitais para ajudar com a doação de ventiladores, que também auxiliam no combate a propagação do coronavírus, à instituições beneficentes que cuidam de pessoas em situação de risco, como a Instituição Lumen Ser Feliz, a Casa Leão de Judá, o Lar Amigos de Jesus e o Instituto Fazendo Acontecer. Destaque também para os colaboradores da Mallory que se solidarizaram com a situação de alguns moradores da comunidade de Pato Selvagem, localizada no município de Maranguape, e fizeram a doação de cerca de 57 cestas básicas aos líderes comunitários locais que distribuíram as famílias.

Medidas de Prevenção Mallory

A empresa, que recebeu a permissão para funcionamento no setor de produção de ventilação, está adotando as medidas no seu centro de fabricação situado no município de Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza. As ações realizadas vão desde higienização total de todos os ambientes da fábrica, como centro de produção e escritórios, até a inclusão de ambientes extras para a limpeza de mãos e pertences. As ações educativas e instruções de procedimentos da Mallory também estão sendo repassadas aos colaboradores que estão em regime de home office. As indicações educativas vão desde o uso de máscaras em todos os ambientes, lavagem recorrente de mãos com água, detergente e álcool 70%.

Recommended Posts