Diretor do Laboratório Argos representa o Brasil em publicação da OMS sobre tumores

Início » Diretor do Laboratório Argos representa o Brasil em publicação da OMS sobre tumores

Diretor do Laboratório Argos representa o Brasil em publicação da OMS sobre tumores

 In capuchino-news

Na última semana, foi publicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) um livro com a nova classificação de tumores em partes moles e ossos do corpo. A série, considerada o padrão-ouro para o diagnóstico de tumores, teve como um dos representantes brasileiros Fábio Távora, diretor médico associado ao Laboratório Argos.

Além de ter sido um dos representantes do Brasil no consenso da OMS para a construção do 5o volume da 4a edição, Fábio Távora é autor do capítulo de Sarcomas da Íntima Arterial, que trata desses raros tumores que podem ocorrer no coração e em vasos grandes do corpo.

O volume lançado na última semana interessa, principalmente, aos profissionais da medicina que gerenciam ou pesquisam tumores de tecidos moles e ossos, como patologistas, oncologistas, cirurgiões e epidemiologistas. Os capítulos contam com todas as neoplasias reconhecidas dos tecidos moles e ossos, além de síndromes genéticas de tumores que afetam esses locais.

Sobre o Argos

O Argos Patologia é o primeiro laboratório de anatomia patológica do Norte/Nordeste com selo de qualidade PACQ. Com uma média de 100 mil exames liberados anualmente, o laboratório conta com 12 unidades, sendo 10 em Fortaleza, uma em Sobral e outra no Cariri. Atuando em 5 especialidades médicas, o Argos presta mais de 10 tipos de serviços e exames, como Patologia Molecular, Citopatologia e Biópsias.

Recommended Posts